Feirão de empregos para pessoas com deficiência

Joinville terá um Dia D para inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho Feira de Empregabilidade será realizada no dia 29 de setembro, no campus da Univille.

Uma grande mobilização está sendo preparada para promover a inclusão de pessoas com deficiência (PcD) no mercado de trabalho em Joinville. No dia 29 de setembro, um feirão de emprego irá abrir oportunidades de emprego para esse público. A iniciativa é do Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina (MPT), Ministério do Trabalho, coordenação da área da Pessoa com Deficiência da Secretaria de Assistência Social de Joinville e do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (COMDE), em parceria com diversos órgãos governamentais e não governamentais e também de instituições públicas e privadas. Uma ação conjunta para promover ações que provoquem nas empresas e na sociedade um novo olhar para as pessoas com deficiência.

O Dia D, acontece no sábado, dia 29 das 10h às 16h, no Ginásio da Univille. Trata-se de uma grande feira de empregabilidade, onde empresas de Joinville e região que se enquadram no artigo 93, da Lei nº. 8.213/91, e têm que cumprir a cota de contratação de pessoas com deficiência estarão recebendo currículos e agendando entrevistas com candidatos às vagas. Os interessados não precisam se inscrever. Basta levar identidade, carteira de trabalho e ter o currículo em mãos. A Feira também é destinada aos reabilitados do INSS. Paralelo ao Dia D, também serão oferecidas atividades esportivas e culturais gratuitas para os visitantes.

Mais de 2300 pessoas com deficiência devem ser empregadas na região.

Segundo dados do Ministério do Trabalho, cerca de 195 empresas de Joinville e Araquari se enquadram no artigo 93, da Lei nº. 8.213/91, também conhecida como Lei de Cotas. Essas empresas deveriam ter, segundo a Lei, 4.003 pessoas com deficiência contratadas, no entanto, somente 1.701 trabalhadores ocupam essas vagas. Ou seja, 2.302 postos de emprego para o público PcD seguem vazios. A proposta do Dia D é aproximar esses patrões e empregados, contribuindo para que as empresas consigam atender as metas da Lei de Cotas e para que pessoas com deficiência tenham oportunidade de ingressar ou retornar ao mercado de trabalho.

O objetivo dos profissionais e instituições, que integram o grupo responsável pela organização do evento, é promover mudanças de paradigmas nas empresas e na sociedade, para que as mesmas oportunidades possam ser oferecidas a todas as pessoas, com ou sem deficiência; e impulsionar esse importante processo de mudança cultural que estamos vivenciando no Brasil, contemplando os diversos aspectos que envolvem a diversidade humana, gerando oferta de emprego e trabalho inclusivo e tornando a contratação de trabalhadores com deficiência um processo natural, sem barreiras.

Este tipo de iniciativa não é novidade. Em 2015 o Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina (MPT) e o Ministério do Trabalho, em parceria com mais de 30 entidades governamentais e não governamentais, instituições públicas e privadas, realizaram o primeiro Dia D de Santa Catarina que no ano seguinte passou a ser a Semana Inclusiva Grande Florianópolis. O evento chega à terceira edição (de 17 a 23 de setembro) com resultados surpreendentes: 2.625 pessoas com deficiência já foram contratadas na região a partir da realização do evento.

Meme do Dia
This error message is only visible to WordPress admins